• Matheus Gouveia

Aliens: o fenômeno popular entre a ciência e a conspiração

Updated: May 8

Afinal, estamos sozinhos no universo? Se sim, existe vida inteligente além de nós? Eles já vieram nos visitar?


Alienradio
Lançamento da banda Coldplay, inspirada nos alienígenas.

Dos projetos de busca por vida extraterrestre a relatos de contatos imediatos. Dos projetos SETI ao incidente de Varginha. Tudo ou melhor, quase tudo resumido em um post. Perguntas que tantas pessoas fizeram ao longo dos anos e continuam fazendo, ainda sem resposta. Afinal, estamos sozinhos no universo? Se sim, há vida inteligente além de nós? Eles já vieram nos visitar?


Hoje veremos um assunto que é mesmo do caramba! 👽😨


Aliens: um fenômeno pop


Alienígenas, aliens, extraterrestres, ETs, marcianos, chame como for. Eles estão nos filmes, nos jogos, nas estampas de camisa, nas séries, nas músicas. Uma grande farsa? Uma conspiração? Algo inevitável do ponto de vista da ciência? Seja o que for reais ou não os aliens vieram para ficar.


Os ETs apareceram pela primeira vez nas telas no ano de 1902, no filme "Uma Viagem à Lua", do ilusionista Georges Méliès.

Viagem à lua, de Georges Méliès.
Viagem à lua, de Georges Méliès.

Mas não foi aí que os discos voadores e os aliens viraram moda. Apenas por volta da década de 40, eles viriam à tona com força e chamariam atenção das pessoas pelo mundo todo.


Na verdade, no final da década de 30 já ouve um "incidente" isolado. Aconteceu no ano de 1938, quando, durante uma edição do programa de rádio Woody Hermann, uma voz misteriosa anunciou o desembarque de uma nave alienígena na costa da Califórnia.


Simultaneamente, em vários cantos dos Estados Unidos, as rádios locais descreviam as espaçonaves que aterrissavam.


Instaurou-se então o completo pânico e caos pelo país.


Mal sabiam as pessoas na época que tudo não se passava de apenas uma "simples e inocente" pegadinha, obra do escritor Orson Welles.


O incidente foi motivo de grande alarde, e em pouco tempo virou notícia no mundo todo.


Quase uma década depois, no ano de 1947, supostos avistamentos de objetos misteriosos no céu e o caso Roswell se tornaram notícia e ganharam destaque nos EUA. A população rapidamente associou esses estranhos acontecimentos a seres de outro planeta.


Começou a surgir, inclusive, um movimento de pessoas dedicadas a estudar e investigar esses incidentes, dando origem ao que posteriormente ficou conhecido como ufologia.


A partir disso, a indústria do cinema ficou então muito interessada na temática extraterrestre. Já na década de 50 seriam lançados diversos filmes sobre ETs que se tornariam grandes sucessos como "O dia em que a terra parou" e "Guerra dos mundos".


Os primeiros aliens nas telas eram, em sua vasta maioria, terríveis monstros, particularmente violentos — quem nunca viu "Alien vs. Predador"?


E criatividade dos roteiristas não faltava: desde o alienígena de "Alien: O passageiro" de Ridley Scott, 1979, até o alien ártico que mudava de forma em "The Thing".


Mas a partir dos anos 70 e 80, diretores como Steven Spielberg trouxeram novas abordagens para nossos amigos interplanetários. Apareceram, assim, os aliens amigáveis, como em "E.T, O Extraterrestre".

ET
ET - O Extraterrestre. O ET dos nossos corações.

Mas isso nem se compara à explosão de filmes e séries sobre o tema que viriam nos próximos anos.


É uma lista que não acaba: "Contatos imediatos do 3° grau", "Independence day", "Sinais", "Contato", "Startrek", "Star Wars", "Arquivo X", "MIB - Homens de Preto" até os mais modernos, como "Avatar" e "A chegada". Para mencionar poucos.


Até a saga Indiana Jones, décadas mais tarde, já nos anos 2000, abordaria essa temática no filme "Indiana Jones e a Caveira de Cristal".

Indiana Jones
Cena de Indiana Jones e a Caveira de Cristal

E isso vai além da TV. Muitos artistas, cantores e músicos também demonstraram profundo interesse no assunto, como o vocalista da banda Foo Fighters, Dave Grohl, que assume ser fanático pelos extraterrestres. A banda lançou no ano de 2019 o Hit "The Sky is a Neighborhood".


"O céu é uma vizinhança

Então, mantenha o volume baixo

(...)

O céu é uma vizinhança

Não faça barulho

As luzes estão chegando à frente

Não olhe agora"


— "The Sky is A Neighborhood", Foo Fighters, 2017.

et toy story
Seremos eternamente gratos por você ler este post.

O vocalista e guitarrista da banda Blink 182 Tom DeLonge também é obcecado pelos aliens e já revelou seu interesse com a canção "Aliens Exist". Hoje em dia, ele se dedica à investigação de vida fora da Terra. Em 2017, ele ajudou a fundar a corporação To The Stars Academy, onde é o atual presidente do conselho.


"Ei mãe, há algo no quarto dos fundos

Espero que não sejam as criaturas do céu(...)

Eu me enchi

De medo da abdução

Meu melhor amigo acha que eu só estou mentindo (...)

Eu sei o que a CIA diria

Tudo que você ouviu são boatos(...)

Escuro e assustador, ordinário, explicação, informação, (...) paranoia"


— "Aliens Exist", Blink-182, 1999.


Além deles, vários outros nomes como Raul Seixas, Caetano Veloso e David Bowie também entram para essa lista.


"Ô seu moço, do disco voador!

Me leve com você aonde você for

Ô seu moço, do disco voador!

Mas não me deixe aqui

Enquanto eu sei que tem

Tanta estrela por aí! "


— "S.O.S", Raul Seixas, 1974.


A banda Coldplay, agora mesmo, está lançando um novo single, intitulado Higher Power, inspirado nesse tema que há muito tempo intriga tantos. Usar essa temática para o marketing da banda só demonstra o interesse cada vez maior das pessoas no assunto.

Foi uma bela de uma jogada de marketing.

Higher Power
Marketing de Coldplay para o single Higher Power.

De forma misteriosa, a banda divulga o site com endereço alienradio.fm, onde você pode sintonizar canais em diferentes frequências, e até ver um suposto alfabeto alienígena em detalhes.


Independentemente dos ET's existirem ou não, é inevitável afirmar que eles ganharam uma imensa fama ao longo dos anos, e se tornaram um gigantesco fenômeno pop.


O que sabemos


Agora vamos direto ao ponto, à pergunta que todos fazem: Afinal, existe vida fora da terra?


Respondendo por todas as pessoas no mundo (ou pela maior parte, se for o caso 👀), nós não sabemos. Os próprios cientistas e as principais autoridades do mundo afirmam que não sabem.


É justamente por isso que existem tantos projetos de busca por vida extraterrestre SETI, por exemplo. Atualmente os cientistas buscam qualquer tipo de vida extraterrestre, seja ela como for: microscópica, não inteligente ou inteligente. Por isso, notícias como a presença de fosfina na atmosfera de Vênus são motivo de grande surpresa e animação para os cientistas.

SETI
SETI - busca por inteligência extraterrestre.

A presença do composto químico era um forte indicador de vida microscópica no planeta. Mas, infelizmente, a descoberta foi desmentida posteriormente. Do ponto de vista da ciência, qualquer indicador de vida, por mínimo que seja, é extraordinário e pode mudar toda a nossa perspectiva acerca do universo. Se a vida fora da Terra se confirmar um dia, finalmente saberemos que não estamos sozinhos.


O que diz a ciência


Apesar disso, nós já podemos responder à seguinte pergunta: é provável que a vida fora da terra exista? E a resposta é sim.


Vários fatos que sabemos sobre o universo demonstram que a probabilidade de existir vida fora da terra é grande.


Fato número um: os cientistas estimam que o universo observável contenha cerca de mais de 10 sextilhões de estrelas. Para se ter ideia: isso é um número com 22 casas decimais.

Universo
O número de estrelas no universo não cabe nessa descrição.

Fato número dois: apenas na nossa galáxia, a Via Láctea, existem entre 200 e 400 bilhões de estrelas, cada uma com vários planetas orbitando, muitos deles com potencial de abrigar vida. Alguns deles muito parecidos com a terra, em questões de composição, tamanho, distância à respectiva estrela e potencial para conter vida.


Fato número três: além disso, de acordo com os cientistas, o universo deve ter cerca de 13,5 bilhões de anos, sendo que a vida na terra demorou apenas 100 milhões de anos para surgir, após a formação do planeta. Isso teria ocorrido por volta dos 10 bilhões de anos do universo. Ou seja, a terra é também um planeta muito novo.

Radiação fundo de microondas
Radiação fundo de microondas, algo que os cientistas usam para entender melhor o universo.

O próprio astrofísico Neil deGrasse Tyson já abordou essa questão em uma entrevista no programa de James Corden, dando um discurso digno de aplausos.


"Quando você aprende quão comum são os ingredientes da vida... Carbono (C), Hidrogênio (H) e Oxigênio (O) são os átomos mais comuns no universo. O Carbono é um átomo extremamente "pegajoso", se liga a elementos por toda a tabela periódica (...)

Sugerir que nós somos a única vida existente no universo seria algo injustificavelmente egocêntrico." Neil deGrasse Tyson.

Esses fatos e muitos outros nos mostram que é muito provável que exista vida sim além da terra, universo afora. Isso em si é incontestável.


(a não ser que você seja um daqueles que acreditam que a terra é plana, aí realmente fica difícil 😒).


A busca por nossos vizinhos


Já desde o século passado, cientistas e astrônomos engataram na busca por vida extraterrestre, seja por observação astronômica ou por envio de sondas ao espaço, buscando elementos essenciais à vida no sistema solar, como água.


Mas isso não é coisa nova. O matemático e astrônomo Gauss já tinha em mente enviar sinais para a Lua no século 17. Em 1896, Nikola Tesla sugeriu que uma versão aprimorada de seu sistema de transmissão elétrica sem fio pudesse ser usada para contatar seres de Marte.


Além disso, com o desenvolvimento do rádio, muitas pessoas demonstraram interesse em captar sinais de vida inteligente do espaço ou enviar sinais de rádio esperando receber respostas.


Isso se tornaria o SETI, Search for Extraterrestrial Intelligence, um termo coletivo que abrange pesquisas científicas com o objetivo de encontrar vida extraterrestre inteligente.


Em 1977, um forte sinal de rádio foi recebido no dia 15 de Agosto de 1977, pelo radiotelescópio Big Ear nos Estados Unidos. Posteriormente foi apelidado de sinal "Wow", pois o astrônomo Jerry R. Ehman, que o descobriu, se surpreendeu com o sinal e o circulou, no papel impresso na hora, escrevendo "Wow!".

Sinal Wow!
Sinal Wow

O sinal nunca mais foi captado novamente, e ele continua sendo o candidato mais forte para uma transmissão de rádio alienígena já detectada.


Nos anos 80, já havia intensa atividade nessa área de pesquisa, contando com esforços internacionais.

Mensagem do arecibo.
Mensagem do arecibo enviada ao espaço em 1974, para tentar contato com alguma civilização inteligente.

Mas, por enquanto, não há prova de nenhum outro tipo de vida existente no universo. Pelo menos, nenhuma prova de que se fale.


Se os alienígenas estão lá fora, eles permanecem em silêncio.


OVNIs e discos voadores


Agora entra o termo que é motivo de tanta confusão entre as pessoas. Com o passar dos anos, a sigla OVNI se tornou praticamente um sinônimo de ETs, no imaginário popular.


As pessoas ouvem OVNI e automaticamente já pensam em alienígenas. É ou não é?


Porém, essa associação está equivocada. A sigla OVNI é um acrônimo para Objetos Voadores Não Identificados. Bom, provavelmente isso vocês também já sabem. Mas nem todos interpretam corretamente.


O termo se refere a qualquer objeto/coisa que seja vista ou captada no céu que não seja identificada.


Pode ser uma aeronave espiã não tripulada, por exemplo, que infiltra em território alheio. As forças aéreas podem captar porém não identificar a aeronave.


Pode ser um balão meteorológico não registrado. Ou um fenômeno atmosférico que nos dá uma ilusão de que algo está voando ali.

Eventos luminosos
Alguns fenômenos atmosféricos podem assustar.

Inclusive, alguns fenômenos atmosféricos raros foram motivo de grande mistério ao longo da história, como o parélio, os eventos luminosos transientes (visto na figura acima) e o raríssimo e estranhíssimo raio globular - este último, aliás, ainda não possui nenhuma explicação científica.

Raio globular
O raio globular é um estranho fenômeno atmosférico. Uma bola de energia.

Quando você chega e pergunta para alguém, "você acredita em OVNIs"? Certamente algumas pessoas irão dizer "não". Isso está equivocado, uma vez que OVNIs são sim reais, e são avistados o tempo todo. Mas não significa que estamos sendo visitados por seres de outros planetas.


São muito comuns os relatos de avistamentos. Pessoas dizem isso o tempo todo. Se você entrar agora no YouTube e pesquisar OVNI, irá encontrar milhares e milhares de vídeos de pessoas filmando supostos OVNIs. Mas já vou dizer algo de cara: 99% desses vídeos são falsos ou não são de fato OVNIs.


Por um lado, as pessoas estão simplesmente filmando objetos que são conhecidos, como drones, balões meteorológicos, aviões ou até mesmo nuvens. Relatos assim são bem comuns.


Houve casos, para você ficar de queixo caído, que as pessoas viram um avião no céu enquanto estavam dirigindo, e, devido à estrada sinuosa e às curvas, pensaram que o objeto estava voando de um lado para o outro, indo e voltando, e pensaram ser um OVNI. Sim, já aconteceu.


A ignorância das pessoas sem dúvida descarta grande parte dos avistamentos. E vira até piada, como no canal Comédia Selvagem. Em um vídeo, eles assustam o homem cujo apelido é "Tiringa" com um drone.



Por outro lado, hoje a tecnologia permite um CGI de qualidade extremamente alta, e algumas pessoas se apropriam disso para causar alvoroço na internet.


Mas existe sim uma rara parcela de vídeos reais, analisados por especialistas, que permanecem inconclusivos, ou seja, ninguém consegue explicar o que é. Qualquer possibilidade de ser um drone, um avião, um balão meteorológico ou fenômenos atmosféricos conhecidos foi descartada. Esses avistamentos em si são mais raros, mas eles acontecem. E permanecem em mistério.


A própria NASA e as forças aéreas americanas e brasileiras, após anos abafando os casos, também admitiram encontros com objetos desconhecidos, algumas vezes relatados como naves.


Eles divulgaram publicamente as suas próprias filmagens, que ficaram secretamente documentadas por anos, dos supostos encontros. Já rolou até perseguição às naves, inclusive.

UFO
OVNIs capturados pela marinha dos EUA.

Casos assim já são muito, muito mais raros. E nem sempre as pessoas têm uma câmera às mãos para registrar, ou, se têm, a câmera não consegue captar devido às limitações dela. Afinal, filmar algo distante no céu não é para qualquer câmera — ainda mais à noite.


Até celebridades como Whindersson Nunes afirmam terem visto OVNIs. No caso, o humorista até conseguiu filmar o objeto, mesmo que com qualidade não desejável. Ele até chega a se queixar: "por que quando aparece a gente tá com câmera ruim?"



O objeto filmado por Whindersson certamente é estranho. Não pode ser um helicóptero nem um avião, devido ao silêncio e às manobras velozes e ágeis. Pelo seu tamanho e pelas manobras, poderia ser um drone, mas o artista também questiona essa possibilidade: "eu trabalho com drone, drone não tem esse brilho todo não".


Existem sim drones com brilho mais forte, que são utilizados principalmente para shows de luz noturnos.

Drone
Show de luzes com drones.

Mas a estranheza está no fato de que estava de dia, e ainda sim a luz do objeto permanece muito forte, mesmo a grande distância.


Pode ser um drone com luz super forte. Mas parece que ninguém veio à tona para esclarecer "Ei, esse era o meu drone!" e resolver o caso.


Mas, ainda, não significa que estamos sendo visitados. Algo que não conhecemos pode ser várias coisas que não naves alienígenas. Pode ser um fenômeno atmosférico desconhecido, ou até mesmo um protótipo secreto de uma nave com tecnologia avançada.


Já disco voador é um termo que surgiu em 1947, quando um piloto americano usou o termo pela primeira vez na rádio para falar do seu encontro com nove objetos estranhos durante um vôo em Washington, descritos por ele como discos. Para ele, a tecnologia das naves, com suas acrobacias, mudanças repentinas de velocidade, extrema estabilidade, entre outros, estava muitíssimo além da capacidade tecnológica humana, e só poderia vir de outro planeta. Por isso, as pessoas acabaram, com o tempo, associando o termo OVNI a seres extraterrestres.


disco voador
Suposta fotografia de disco voador, em 1952.

Mas para que seja de fato uma nave extraterrestre, os seres precisariam ter tecnologia capaz de percorrer pelo espaço afora, no mínimo, dezenas de anos-luz que é a distância que a luz, na velocidade de 300.000 km/s, percorre em um ano sem sofrer com o envelhecimento. Parece improvável.


Porém, recitando Arthur Conan Doyle, na voz do personagem Sherlock Holmes, uma vez eliminado o impossível, o improvável pode ser verdade. Então devemos manter a mente aberta.


Mistérios e conspirações


Outra coisa incontestável é a existência de coisas que acontecem no mundo sem o nosso conhecimento, escondidas por meios secretos. Experimentos e projetos que nós nem sabemos a existência. Mas não estou falando de alienígenas.


Ao longo da história, agentes muitas vezes governamentais realizaram atividades secretas, não raramente ultrapassando limites éticos e cometendo atrocidades.


É o caso do projeto MKULTRA, um programa secreto da CIA que realizava experiências ilegais em pessoas durante a guerra fria, para controle mental e lavagem cerebral. Drogas e tortura eram meios utilizados para debilitar e forçar confissões das vítimas por meio de controle mental. Em 1975 houve investigações das atividades da CIA por uma comissão de inquérito dos EUA, e o caso veio a público.


Outras experiências da CIA incluíam experimentos ilegais com animais, como gatos e pombos, para utilizá-los em espionagem.


Isso sem contar projetos ultrassecretos para o suposto desenvolvimento de poderes psíquicos em indivíduos, como o Projeto Stargate. Em 2017, sob pressão de ações judiciais, a CIA disponibilizou milhares de documentos ultrassecretos do projeto.


E por que tocar nesse assunto? Simplesmente para elucidar que há muitas coisas acontecendo no mundo que não sabemos. Coisas que não temos a menor ideia que estejam acontecendo. Com isso, surgem mistérios que até hoje permanecem sem explicação. E alguns deles aconteceram no Brasil.


O caso de Varginha


Esse caso não poderia ficar de fora, não é mesmo? Esse é o caso alienígena mais famoso do Brasil, e ganhou também muita repercussão pelo mundo afora.


Existem inúmeros casos de mistério pelo mundo, tipicamente relacionados a conspirações. Eu poderia falar aqui sobre o caso Roswell, provavelmente o mais famoso incidente da história, sobre a queda e captura de uma suposta nave alienígena.


Mas não farei isso. Ao meu ver, os EUA estão no centro de tudo. É muito mais fácil para uma história ou rumor originado lá ganhar repercussão pelo mundo.


Não... vamos olhar mais de perto para outro caso, que envolve a modesta cidade de Varginha, em Minas Gerais, ano de 1996.

Varginha
Caixa d'água na cidade de Varginha feita como memorial ao incidente.

Pare para pensar: Brasil, Varginha, ano de 1996. Apenas uma cidade em Minas, relativamente isolada, com alguns mil habitantes.


Não tinha internet. E o caso repercutiu no Brasil e mundo inteiro.


Como um relato de três garotas nessa época pôde ter dado tanta repercussão assim? Isso pra mim é um verdadeiro mistério.


Eu acho que aqui na minha cidade, se algumas crianças inventassem que viram um alienígena, provavelmente não daria muita repercussão, ninguém ia dar muita bola. E isso hoje em dia, numa era da internet, numa cidade bem maior do que Varginha era na época.


Então, como? Como o relato de três adolescentes repercutiu no mundo todo e deixou o caso tão famoso assim até os dias de hoje? Isso com certeza é motivo de mistério, e indica que algo ao menos "peculiar" ocorreu.


As garotas na época afirmaram terem visto uma criatura extremamente estranha, diferente de tudo que já viram. Apesar disso, nunca afirmaram que seria um extraterrestre. Isso foi atribuição das pessoas e se espalhou na mídia e no imaginário popular.

ET de varginha
Relato das garotas que viram a criatura.

Além do encontro, houve fenômenos estranhos na semana que precedeu o incidente, como a morte repentina de vários animais do zoológico municipal sem explicação, e avistamento de estranhas aeronaves próximas às fazendas, segundo relatos de moradores e fazendeiros.


As próprias garotas que viram a criatura moram até hoje na cidade de Varginha, e tentam seguir suas vidas normalmente, longe das telas e da atenção da mídia. O incidente mudou a vida das três para sempre, algo que elas mesmas nunca imaginaram. Além disso, foram ridicularizadas e sofreram muita chacota ao longo dos anos.


Sem mencionar que, segundo elas, teriam sido seguidas durante meses por um carro misterioso. Até que, algum tempo após o incidente, um homem bateu à porta oferecendo grandes quantias de dinheiro para que desmentissem tudo o que falaram. Elas se recusaram. Por essas razões, elas não gostam muito de entrar nesse assunto.


Mas entenda: isso não quer dizer necessariamente alienígenas. Significa que algo estranho aconteceu ali. Um encontro com um animal desconhecido da ciência? Alguma experiência secreta com seres humanos em laboratório?


Não são necessariamente aliens. E o mesmo se aplica a tantos outros casos misteriosos. Mas até hoje, continuamos sem saber o que de fato aconteceu.


Outros casos desconhecidos


Existem também outros casos no Brasil que não têm nenhuma repercussão, até porque as pessoas que relataram não fazem muita questão e não querem aparecer na mídia.


É o caso de uma família humilde que mora no interior de Minas, na cidade de Iturama, que dizem que foram abduzidos. Garantem todos os cinco: Sr. João Caiana, dona Rosa, a filha, a neta e uma amiga que estavam em um carro quando aconteceu. “A gente vinha da fazenda e logo que saí, parei numa porteira e vi uma claridade (...) trocou a temperatura, de calor intenso eu passei a ter frio, muito frio.”


Casos assim são raros, mas acontecem no mundo inteiro.


No entanto, a ciência é feita usando dados concretos, e o simples relato das pessoas não pode ser levado em conta.


Até agora, a explicação para os eventos seria uma espécie de paranoia coletiva.


O ridículo


Mas não podemos deixar de mencionar aqueles que vinculam tudo a extraterrestres. Quando assistimos ao programa "Alienígenas do Passado", vemos que é um programa pretensioso que quer views e apela para chamar a atenção do público.


Quando os caras começam a vincular as pirâmides do Egito aos alienígenas você até dá gargalhada. "Como os povos antigos poderiam ter construído esses monumentos?", eles dizem. "Apenas aliens poderiam realizar tal feito." Eles chegam até a afirmar que hoje nós não somos capazes de construir essas pirâmides. Aí é o cúmulo. E uma ofensa para matemáticos e engenheiros — e para a história e cultura da humanidade.


É só que hoje em dia recorremos a um tipo de arquitetura mais... moderna, não é mesmo? 😬


Afinal, nós construímos arranha-céus com quase um quilômetro de altura, como o Burj Khalifa, com seus 828 metros, em Dubai.


Esses programas viraram alvo de piadas nas redes sociais, como o meme "aliens", que mostra o ufólogo mais participativo do programa, Giorgio A. Tsoukalos.

aliens
"Eu não sei. Logo, foram aliens."

Não preciso nem falar do ET bilu, não é mesmo?

ET Bilu
ET Bilu em uma de suas sábias frases.

Alienígenas burros?


O canal Porta dos Fundos já fez um vídeo, hilário inclusive, justamente sobre essa questão. Se os aliens estão entre nós, então devem ser muito, muito mais inteligentes que nós, com um entendimento do universo muito mais avançado e uma tecnologia longe do nosso alcance.


Então, qual seria a dificuldade deles para nos dominar? E se eles estão tentando se esconder, como eles podem cometer erros, como ficarem à vista para nós? Ou cometer acidentes aéreos que levariam à queda de suas naves? Ou serem capturados por nós?


Eu acho que isso é uma questão relativa. Se eles estão aqui, nós nem sabemos de sua existência. E não sabemos por que estariam aqui. Não sabemos o porquê de não se revelarem e não se manifestarem. Não sabemos nada.


Então, se eles não querem se revelar, parece que está dando certo, não é mesmo?


Aí você pode fazer muitas suposições. Talvez de vez em quando eles queiram se revelar de propósito. Sei lá. Talvez existam espécies diferentes de alienígenas, sendo que umas são as mais inteligentes, responsáveis pela viagem intergaláctica e pela tecnologia, e outras são simplesmente operadoras das naves. Vai saber? 🤷


O que estou querendo dizer é que não admitir a nossa própria ignorância é um erro.


Dizer que é impossível e pronto, acabou, pode ser um ato de autodefesa do ser humano, que tem dificuldade em assumir a possibilidade de nós não sermos os mais inteligentes por aí.


Mas fechar a mente para as possibilidades e achar que nós sabemos demais é, além de um ato muito arrogante, um ato de pura burrice.


Se já vieram nos visitar, é uma boa notícia; saiba o porquê


Você já ouviu falar na equação de Drake? É uma equação que estima, de forma probabilística, o número de civilizações extraterrestres ativas em nossa galáxia Via Láctea, com as quais poderíamos ter chances de estabelecer comunicação.


Drake equation
Equação de Drake.

Um grupo de cientistas em 1961 se reuniu para estimar o número de civilizações extraterrestres que poderiam se comunicar conosco, e concluiu que esse valor gira entre meras 20 civilizações e incríveis 50 milhões. Dá pra ver que esse pessoal não está muito seguro da resposta não é mesmo?


Mas outros cientistas continuaram a fazer estimativas depois disso. É o caso do físico Carl Sagan, que fez uma nova abordagem e viu a equação sob uma nova perspectiva. Para ele, o número de civilizações poderia ser bem grande, milhares apenas em nossa galáxia. E, para alguns, o fato de que outras civilizações ainda não nos contataram é estranho. Surge então o famoso paradoxo de Fermi.


O paradoxo de Fermi diz respeito a uma suposta contradição. Se as estimativas da existência de civilizações extraterrestres são altas, por quê não há evidências, rastros dessas civilizações? Por quê elas não entraram em contato conosco?


Para responder essa contradição, cientistas criaram algumas teorias.


Uma delas é que as civilizações, por mais que se desenvolvessem, não conseguiriam nunca fazer viagens intergalácticas — e isso é uma má notícia, já que isso se aplicaria a nós.


Outra delas diz que todas as civilizações seriam destruídas por uma única civilização imperialista, que ainda não chegou até nós (outra má notícia 😰).


Uma terceira diz sobre "o grande filtro". Algo que impediria todas as civilizações (incluindo nós) de prosseguir com o avanço tecnológico e assim explorar o espaço. Um possível motivo para isso seria a nossa própria autodestruição (guerras, esgotamento de recursos naturais, etc). Outra má notícia.


Por fim, uma quarta, que diz que em algum momento eles vieram sim nos visitar, mas nunca entraram em contato, permanecendo em segredo e silêncio. Talvez até estejam aqui. Mas por algum motivo ainda não entraram em contato. Talvez não tenham encontrado sinal de vida inteligente aqui 🙃.


Mas essa é a melhor notícia, dentre as anteriores. Ela significa que nós, seres humanos, poderíamos, em algum ponto da história, expandir nossos limites e explorar o universo. Poderíamos fugir da extinção. Além disso, os alienígenas que nos visitaram não seriam violentos.


Mas claro, isso tudo não passa de mera especulação.


O espírito humano


Eles existem? Já vieram nos visitar? Estão entre nós? A verdade é: ninguém sabe.


Mas imaginar que não estamos sozinhos nos faz pensar. Se isso se comprovasse, seria o achado mais importante desde que o homem descobriu que não está no centro do universo.


Uma sucessão de descobertas maravilhosas que só demonstram a nossa própria ignorância, revelando que de muito pouco sabemos.


Desde a terra plana ao Heliocentrismo; desde o criacionismo ao evolucionismo de Darwin; desde a mitologia grega ao primeiro passo de Armstrong na lua.


Desde o universo centrado no homem até um complexo de vida que brilha por toda a galáxia.


Uma sucessão de descobertas que simbolizam o espírito humano, que quer saber cada vez mais sobre o universo, para, no fundo, entender mais sobre nós mesmos.